Gramsci Não Era Professor

19 Mar 2019 22:45
Tags

Back to list of posts

Cursos-2-2015.jpg

<h1>Participar De Comunidade Internacional De Ensino Instiga Aluno Do Coursera</h1>

<p>Um experimento concebido por estudantes brasileiros do ensino fundamental ser&aacute; enviado no ano que vem &agrave; Esta&ccedil;&atilde;o Espacial Internacional (ISS) pra ser executado por astronautas. O projeto foi escolhido a partir de um concurso cujo efeito ser&aacute; apresentado nessa quinta-feira ( http://bandshark0.jigsy.com/entries/general/O-Velho-E-O-Novo-Entrevista-Com-%C3%89ric-Rohmer ) e que a Folha antecipa com exclusividade. Participaram da briga setenta e dois equipes criadas por alunos de doze a 14 anos do Col&eacute;gio Dante Alighieri e de escolas p&uacute;blicas de S&atilde;o Paulo. A disputa cient&iacute;fica faz por&ccedil;&atilde;o do Programa de Experimentos Espaciais pra Estudantes, a&ccedil;&atilde;o anual do governo americano em parceria com a Nasa (ag&ecirc;ncia espacial dos EUA) que est&aacute; em sua 12&ordf; edi&ccedil;&atilde;o. Nunca um povo de fora da Am&eacute;rica do Norte havia participado da iniciativa. minha p&aacute;gina da web /p&gt;
</p>
<p>A proposta vencedora pesquisa compreender como a microgravidade atua sobre o assunto um composto feito de cimento e p&oacute; de pl&aacute;stico verde. Ser&aacute; s&oacute; a segunda vez pela hist&oacute;ria que o Brasil envia um experimento para a ISS. Do in&iacute;cio ao t&eacute;rmino, o projeto durou 9 semanas e envolveu em torno de Declara&ccedil;&atilde;o Completa . Durante este per&iacute;odo, eles aprenderam a respeito do espa&ccedil;o, a car&ecirc;ncia de gravidade, o m&eacute;todo cient&iacute;fico, al&eacute;m de outros mais focos.</p>

<p>Lucas Fonseca, diretor da Miss&atilde;o Garat&eacute;a, que, perto com a C&acirc;mara de Com&eacute;rcio Brasil-Fl&oacute;rida, viabilizou o projeto no Brasil. Tanto os encontros semanais como a elabora&ccedil;&atilde;o dos experimentos ocorreram no Dante, parceiro no programa. Desde o come&ccedil;o do processo, os jovens foram trazendo ideias do que gostariam de gerar e come&ccedil;aram, em grupos, a publicar os projetos. Segundo o engenheiro espacial, e tamb&eacute;m ter como prop&oacute;sito acrescentar o interesse dos jovens em assuntos ligados ao espa&ccedil;o, a iniciativa oferece uma aten&ccedil;&atilde;o especial &agrave;s gurias. Outra ang&uacute;stia foi promover a intera&ccedil;&atilde;o entre alunos do ensino p&uacute;blico e do ensino privado. http://vinainternetblog8.diowebhost.com/14506861/bolos-se-tornam-um-empreendimento-cada-vez-mais-lucrativo-o-dia , coordenadora-geral pedag&oacute;gica do Dante Alighieri. Nasa pra ser mandado para a ISS.</p>

<ul>

<li>33- Comece pelas mat&eacute;rias b&aacute;sicas da &aacute;rea escolhida</li>

<li>Profissional de controladoria /Controller</li>

<li>24&ordm;. Sergipe 1 um 6 8</li>

Encontre aqui outras informa&ccedil;&otilde;es sobre este tema exposto http://vinainternetblog8.diowebhost.com/14506861/bolos-se-tornam-um-empreendimento-cada-vez-mais-lucrativo-o-dia .

<li>2/17 (Creatas Images/Thinkstock)</li>

<li>Realiza&ccedil;&atilde;o industrial</li>

</ul>

<p>No experimento vencedor, os alunos miraram a poss&iacute;vel ocupa&ccedil;&atilde;o de outros astros pelo homem. Pensando num instrumento que pudesse ser usado para constru&ccedil;&otilde;es extraterrenas, eles propuseram testar um composto de cimento com p&oacute; de pl&aacute;stico verde. Fonseca. Al&eacute;m do mais, trata-se de usar uma subst&acirc;ncia que prontamente existe na ISS. A impressora 3D presente na esta&ccedil;&atilde;o espacial usa este pl&aacute;stico como mat&eacute;ria-prima.</p>

<p>A conjectura a ser testada &eacute; se o composto ir&aacute; ter uma solidifica&ccedil;&atilde;o adequada num ambiente de microgravidade. O projeto precisa ser enviado pro espa&ccedil;o em junho do ano que vem e permanecer&aacute; na Esta&ccedil;&atilde;o Espacial Internacional por por volta de um m&ecirc;s. Independentemente de a hip&oacute;tese se notabilizar ou n&atilde;o, os alunos agora mudaram o conceito que tinham do que &eacute; fazer ci&ecirc;ncia e do espa&ccedil;o sideral.</p>

<p>Laura D'Amaro, 13, aluna do s&eacute;timo ano do Dante Alighieri e que integrou o grupo do projeto vencedor, diz que ela e os colegas tiveram de trabalhar duro. Ela diz que, apesar de neste momento desejar de ci&ecirc;ncia e matem&aacute;tica, nunca tinha se interessado muito por t&oacute;picos espaciais. A situa&ccedil;&atilde;o &eacute; parecida com a de Natan Cardoso, 14, que fez fra&ccedil;&atilde;o do mesmo grupo. O jovem vive na comunidade de Parais&oacute;polis e estuda na EMEF http://danutaihl2572.wikidot.com/blog:30 .</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License